Arquivo da tag: ORE WA GANDAUM

Teaser para punhetear os fanboys do Gundam Unicorn

Até hoje eu não entendi a moral de tanto “atraso” nos episódios do Unicorn. É jogada de marketing?

Enfim, o ultimo episódio da série esta vindo. Contestada por uns e amadas por outros, é inegável que esta é de longe a melhor série da franquia em termos de produção. Tanto visualmente quando a trilha sonora.

Agora não me vem falar que “mimimi Wing é o melhor mimimi SEED é perfeito mimimimi Kira não sei o que” que tudo isso é argumento de FANBOY. Se você acha que Wing e SEED são os melhores da franquia, por favor, morra dolorosamente e de todas as formas imagináveis.

Você não tem o DIREITO de respirar o mesmo ar que um fã do UC respira. Lide com a realidade. Zeta Gundam e Turn A Gundam comem todas as outras séries alternativas com farofa.

(acho que to vendo muita coisa do Richard Dawkins, em fim…)

 

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Noticias

Episódio quaseComentado: Gundam Build Fighters #2

Alo alo.

Aqui estamos com o segundo episódio de Gundam Build Fighters!

Para quem tá ligado, eu andava meio receoso sobre esse novo caça-níquel da Sunrise. Pelo fato de ele ter sido um verdadeiro tapa na cara dos fãs da franquia e meio que desbravar horizontes um tanto quanto….estranhos. No melhor estilo Crapcom.

Pois bem, o primeiro capitulo veio e para a surpresa de muitos, o desastre anunciado parece ter sido cancelado para os futuros episódios, na pior das hipóteses.

O episodio começa de onde o primeiro acabou, mostrando Sei e Ryuji dividindo o mesmo teto por uma noite. Depois da abertura bem legal (bem ao estilo baby-shounen), já vemos um dos maiores assassinatos que alguns fansubs estão fazendo com o titulo do segundo episodio.

Amigos.

É “Cometa Escarlate”. Crimson – Escarlate.

O titulo de “Cometa Vermelho” é apenas de uma unica entidade desse universo.

"Shaa!"

“Shaa!”

Ponto para a Sunrise que entende isso melhor do que ninguém.

Depois do nosso personagem ir para a sua famigerada escola, e como de clichê, cometer algumas pisadas de bola em plena aula, somos apresentados ao “COMETA ESCARLATE”.

 

"Meninas, segurem os seus orgasmos"

“Meninas, segurem os seus orgasmos”

Aparentemente educado e centrado como Char, esse novo arigó, chamado de Yuuki, surge na sala de Sei e o convida para ir ter uma conversa no Clube de Modelagem.

Nesse momento as fujoshis pensam que vão pirar, mas…

 

 

"Gunplas!"

“Gunplas!”

…dão com os burros nas aguas, pois aqui o único fan service explicito é para os hentaizeros fãs de GUNPLAS.

Depois do “wannabe Char” elogiar afu Sei e convidar ele para integrar o grupo de modelagem, já que a sua habilidade para construir Legos é incrível,é CLARO que o Ryuji ia dar um jeito de aparecer na escola, não é mesmo?

"Nham nham nham (se você me entende)"

“Nham nham nham (se você me entende)”

Aqui notem uma coisa interessante, que eu tambem esqueci de falar lá no inicio. Ryuji não SABE que diabos dos infernos é uma ESCOLA (apesar de ter gente que vai nelas e ainda não descobriu o significado de estudar, enfim….). Tipo….prevejo um plot twist carpado nos proximos momentos…

 

"Kondo!"

“Kondo!”

Claro que tinha que surgir um cara dos CONSELHO ESTUDANTIL para clicherizar mais um pouco o episodio.

Alias, tava chamando o cara de cabelos vermelhos de Ryuji? Puta que pariu. É REIJI. Correção feita, seguimos em frente.

 

"AHA!"

“AHA!”

Depois do Bright Slap e do Zeta Punch….agora temos o BUILD SUPLEX (ou seja que diabos se chama esse golpe).

Sei é avisado e claro que aparta a briga. Logo após somos levados de volta ao clube de modelismo e lá o Yuuki tenta apartar a situação da maneira mais obvia que existe.

 

REALIZAR UM GUNPLA FIGHT

 

SUPER

ORIGINAL

 

 

"Parente do Kondo?!"

“Parente do Kondo?!”

Alias, só eu me lembro do Kondo de Gintama em QUALQUER referencia feita a gorilas?

Enfim.

Hora do LET IT RIP.

 

"Se for a mãe do Sei, eu insiro outra coisa...."

“Se for a mãe do Sei, eu insiro outra coisa….”

Começo da batalha random do episodio.

Antes….

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_14.19_[2013.10.16_21.26.44]

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_14.23_[2013.10.16_21.26.51]

RESPOSTA:

RAMBA “FUCKING” RAL

 

Que agora também tem as habilidades do Mestre dos Magos.

 

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_15.11_[2013.10.16_21.33.34]

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_15.37_[2013.10.16_21.34.10]

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_17.00_[2013.10.16_21.34.41] PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_17.14_[2013.10.16_21.34.55]

Depois de uma batalha random, é que a TURU FAITI do episódio.

 

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_17.43_[2013.10.16_21.35.34]

“Shaaa!”

Depois de mudar o penteado na maneira mais rápida da historia de Gundam, ai esta o boss final do episódio. O tio Yuuki se revelou! Ou não.

 

O que interessa é que ele chama o Reiji para a treta e o bicho vai pegar….

 

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_18.00_[2013.10.16_21.35.41] PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_18.33_[2013.10.16_21.35.56] PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_19.18_[2013.10.16_21.36.03]

….pro lado do piá de cabelo vermelho…

É amigos. O prodígio do primeiro episodio já mostrou que não é tudo aquilo, no melhor efeito “esse cara vai ser o meu rival na série, logo a luta tem que terminar ou eu me fudendo ou empatando”.

Depois das minas se molharem pro Yuuki, a dupla vai embora do local e divagam um pouco sobre os desejos deles.

Reiji aceita ser o pokemon, digo, o cara que usara os Gunplas do Sei no campeonato de Gunpla, e…….

PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_22.05_[2013.10.16_21.36.42] PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_22.10_[2013.10.16_21.36.49] PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_22.16_[2013.10.16_21.37.00] PUNCH_Gundam_Build_Fighters_-_02.mp4_snapshot_22.23_[2013.10.16_21.37.10]

 

PUFF

O CARA SOME

ISSO MESMO

NÃO É TRANS-AM

O cara simplesmente….some!

Ai esta o plot twist que eu previ (mentira)!

Parece que esse Gundam Build Fighters tera algumas cartas legais na manga para não deixar tão “clicheriozo” o anime.

Legal o episódio. E por enquanto esta agradando a gurizada. Alias, legal a referencia ao titulo do episódio “Você vera as lagrimas das estrelas” de Zeta Gundam no final do episódio.

Esperando pelo próximo.

Deixe um comentário

Arquivado em Episódio quaseComentado

Episodio quaseComentado: Gundam Build Fighters #1

"ORE WA....GUNPLA!"

“Olha eu de novo!”

Todos piram quando uma nova série Gundam vê a luz do dia. Mas todos se revoltam, quando:

1) Não se passara no espaço
2) Não terá colonias
3) Sem guerras
4) Traço infantil
5) Não terá o Amuro
6) Muito menos o Char

E

7) NÃO TERÁ MOBILE SUITS

Gundam Build Fighters teve o péssimo azar de ser o anuncio principal de uma conferencia onde todos esperavam um anuncio do Gundam Origins e do G’ Reconquista. Sabe quando tu espera ganhar um Playstation e ganha um Polystation? Exatamente essa merda ai.

A série nasceu com desconfiança, acusada de “copiar” na caruda o anime Angelic Layers e de se aproveitar do resto do Beginning Gundam.

Ai começa todo o ceticismo ao redor do novo caça-niquel, digo, anime da franquia produzida pela Sunrise.

Para quem percebestes, Gundam Build Fighters conta a historia de Sei Iori, um jovem garoto que é filho de um famossismo Gunpla Fighter, e ao contrario do seu pai, seu talento para o combate entre Gunplas é quase NULO.

Já o seu talento em contruir Gunplas é outra historia.

"GATOOOOOO!"

“GATOOOOOO!”

O episodio começa mostrando o nosso protagonista participando de uma batalha, onde sua maquina, o Build Strike Gundam, é lançada da nave Albion (Gundam 0083: GATOOOOOOO).

Depois de ver o seu Build Strike se desmontando que nem um Lego mal feito, o nosso protagonista acorda e percebe que toda a batalha foi um sonho.

"Super Bonder sempre é bom nessas horas"

“Super Bonder sempre é bom nessas horas”

Ok. Clichezinho.

"Já estou de olho no Fakku..."

“Já estou de olho no Fakku…”

Depois de sermos apresentados a sua mãe hotness, descobrimos que a familia é dona de estabelecimento que venda nada mais e nada menos que GUNPLAS.

WOW, SUPRISE MOTAFOCA. Ou não.Tinha que ser Gunplas, né? Mobile Suit que não seriam…

Alias, é bem legal ver os Gundams das séries expostas na loja. Tem um bom tom nostalgico ver os bonequinhos do Zeta, ZZ, NU GUNDAM WA DATTE JA NAI, ZZ, Turn “Fucking” A, Victory, Wing….

E claro quando clientes surgem do nada para comprar uns Gunplas é que surge a criatura que acho que sera tipo o rival meia boca do Sei.

"Ola, sou seu rival meia boca e vim aqui para te foder sem guspe!"

“Ola, sou seu rival meia boca e vim aqui para te foder sem cuspe!”

Depois de levar uma surra do cão do seu rival e ver o Wing Gundam sendo fodido majestosamente (pena que a biba do Heero não estava dentro da maquina T_T) e rolar a famosa conversa manjadora after battle com o seu pseudo-rival, Sei acaba por sair para dar uns roles na cidade.

"Orgasmos nessa cena"

“Orgasmos nessa cena”

E é ai que ele conhece um cara tenso.

Ou não.

Depois de ver um anuncio do novo campeonato mundial de Gunplas, Sei acaba se encontrando com Reiji, a qual acaba o salvando a pele por ter roubado por “engano” um pão.

"Só eu senti um clima meio UNIVERSEEEEE nesse cara?"

“Só eu senti um clima meio UNIVERSEEEEE nesse cara?”

Reiji então agradece e dá a Sei um objeto especial.

Não o Um Anel, mas uma pedra de bolita, praticamente.

Depois de Reiji sumir como um ninja de Konoha, Sei volta para a sua casa e AGAIN é desafiado pelo garoto que estrupo o seu Wing Gundam.

Quem sera a próxima vitima? Bem que poderia ESTRUPAR o Exia. Nunca gostei daquele Gundam….enfim.

E para a alegria dos saudosista, é que surgi a cameo mais inusitada de todos.

"Pica das Galaxias Returns"

“Pica das Galaxias Returns”

RAMBA “FUCKING” RAL surge do inferno, segurando um (adivinha) caixa de um Gunpla de Goulf (não o Golf da Volksvagem).

Ele é o juiz?! Holyshit! Por essa nem Amuro esperava.

Batalha começa, e mesmo sendo assistida pelo Ral e pela sua mãe hot, Sei consegue ser estrupado novamente, agora usando o Build Strike.

E nesse momento de desespero é que ele invoca o seu mais poderosos Summom.

REIJI.

"MENU -> SUMMON -> REIJI"

“MENU -> SUMMON -> REIJI”

Tipo. WATARREL.

O cara surge do nada? Atraves do poder da bolita de gude?! Santo cristo! E tem gente achando absurdo o conceito dos psycho-frames….

Reiji então assume o controle do Build Strike e da uma sura de pingola mucha no gunpla do rivalzinho de meia tigela,e claro que depois da batalha, ele some que nem um ninja de Konoha.

"BATTLE START"

“BATTLE START”

Todo mundo fica espantado e patati patata, e Sei sai em busca do garoto que salvou o seu rabo de ser fudido pela segunda vez em 24 minutos. Depois de andar pela cidade inteira ele descobre que o pinta de cabelo vermelho estava em sua casa o tempo todo…..junto com a sua mãe? Sei, sei….

"A fome sempre vem depois daquele tipo de "serviço", se vocês me entendem"

“A fome sempre vem depois daquele tipo de “serviço”, se vocês me entendem”

Sei então decide que Reiji sera o único que poderá pilotar os seus motafocas Gunplas….

Enfim.

O primeiro episódio de Gundam Build Fighters se mostrou bem “agradavel”, ao contrario do que eu pensava que seria.

Foi muito legal ver que não ocorreu nenhum tipo de desastre da natureza nesse primeiro episodio.

Mas vamos ver…eu como fã hardcore de Gundam ainda estou com um pé atras, e mesmo com a cameo do Ramba “Fucking” Ral, ainda tenho as minhas desconfianças se algum outro personagens da série clássica surgira no meio do anime….

O negocio é esperar pelo próximo episódio e ver como se desenrola essa nova e manjada historia.

3 Comentários

Arquivado em Episódio quaseComentado, Sem categoria

Kill’em All Tomino voltando as atividades com “G’s Reconquista”

"Mestre"

“Mestre”

Well.

Quem me acompanha sabe que sou fã pirado de Gundam. Totalmente neurótico e viciado nessa merda o suficiente para escrever uma fanfic.

Ok.

E quem chega a me acompanhar pelo Twitter (o que acho difícil, mas foda-se), sabe que vira e mexe eu solto um “G-REKO IS COMMING MOTAFOCARS”.

Pois bem, para quem desconhece, G-Reko ERA o titulo provisório do novo anime do tio Yoshiyuki Kill’em All Tomino, por que agora o titulo oficial é “G’s Reconquista“.

E mesmo que alguns “entendidos” do meio digam que esse anime não é sobre Gundam (pff), a Sunrise esfregou na cara de todos com todas as letras existentes que G’s Reconquista é um dos animes de comemoração dos 35 anos da franquia  (junto com o final do Gundam Unicorn e o Gundam Origins).

Segundo o próprio Kill’em All Tomino, esse novo Gundam sera um “Gundam para negar Gundam”, semelhante ao trabalho que ele mesmo fez com Turn A Gundam, e cuja historia se passara mil anos a frente do Universal Century, a principal timeline da franquia. O foco da trama ainda não foi revelado, mas provavelmente se focara em “elevadores orbitais”.

Alias, até o momentos não foi dito se realmente haverá um “Gundam” na produção, apenas que a historia se passara no universo da franquia.

O novo anime sera exibido na Primavera de 2014 lá no japão, ou seja, veremos em Março a nova obra do mestre do Real Robots.

Foda-se todos os animes já anunciados.

"Novo Gundam?"

“Novo Gundam?”

G’S RECONQUISTA IS COMING MOTAFOCARS

Deixe um comentário

Arquivado em Noticias

E se eles existissem atualmente? Três revolucionários e seus métodos

O bicho tá pegando no Brasil, galera!

Mas se acalmem, não farei nenhum post sobre os acontecimentos que estão acontecendo no nosso pais, com o perdão da redundância.

Olhando atentamente para todo esse movimento que esta acontecendo, eu tive que fazer o “linkin park” entre o nosso mundo real e o nosso querido mundo 2d, como todo bom “sem vida social”. Não temos nenhuma liderança politica a frente das manifestações, tomando ou definindo rumos. Apenas um povo se organizando do jeito que pode e tocando o terror nas ruas das cidades.

Então eu pensei.

Como seria essas porras de protestos e revindicações, e até mesmo, as ações, se alguns dos personagens mais famosos dos animes estivessem a frente do populares?

Senhoras e senhores, os lideres animisticos mais indicados a posição de tocador de terror politico.

 

CHAR AZNABLE (série Mobile Suit Gundam)

"Shaa!"

“Shaa!”

Char é foda. EPICAMENTE FODA. Acho que já comentei isso, não? E mesmo que em duas, de suas três aparições na franquia, tenha agido como o antagonista, suas atitude e carisma o elevam ao status de “vilão-herói”. O famoso “sempre quis fazer isso, mas tenho medo de ir preso”.

Filho de Zeon Deikun, difusor da ideologia Newtype, Char seguiu os passo do pai logo após obter a tão almejada vingança contra a familia Zabi (Mobile Suit Gundam), e lutou ao lado dos protagonistas contra a facção Titans  (Mobile Suit Zeta Gundam), que oprimia os residentes do espaço com politicas agressivas e totalmente ditatorial.

"Char interpretado por Silvester Stalllone em Zeta Gundam"

“Char interpretado por Silvester Stalllone em Zeta Gundam”

Bom, depois do conflito, ele foi dado como SUMIDO, mas depois de alguns anos ele ressurge como comandante motafoca de Neo Zeon, para a alegria do pessoal.

Só que Char viu que a humanidade estava fudida e correndo na direção oposta a qual deveria andar, e com os recursos da Terra escassos, para ele a unica solução para a mundo era abandonar o planeta de vez e fazer uma imigração em massa para as colonias espaciais.

Bom, até ai tudo bem né. Existe muitas ONGs que lutam agressivamente, através de fortes protestos e até sabotagem, contra empresas que ferem a natureza. Mas Char viu que apenas palavras não iria fazer com que o mundo deixasse o planeta descansar. Ai ele teve uma grande idéia. Um ótima idéia.

JOGAR UMA PORRA DE ASTEROIDE CONTRA O PLANETA E CAUSAR UM INVERNO NUCLEAR PARA FORÇAR A DEBANDA DA RAÇA HUMANA PRO ESPAÇO

"Dããã"

“Dããã”

Char tentou dar TAKE OVER no planeta. Ele é foda, eu sei. Mas nesse dia ele não foi tão foda assim, porque Amuro Ray, graças ao GUNDAM NO CHIKARA conseguiu impedir que o aerolito caisse na Terra e fudesse com a barca toda.

O QUE CHAR FARIA NO MUNDO ATUAL

"#ogundamacordou"

“#ogundamacordou”

Ele provavelmente iria conquistar a todos com a sua carisma e claro, criar um exercito ao seu lado. Também usaria a propria corrupção do sistema para favorece-lo, como obter ajuda de membros do governo corruptos. Talvez seu ápice fosse causar algum atentado terrorista apocalíptico suficiente para fuder com todo o sistema democrático, hierárquico e a puta que pariu de um governo. Char é foda, e seus métodos também.

 

LELOUCH VI BRITANNIA (série Code Geass)

"Padrão CLAMP de qualidade"

“Padrão CLAMP de qualidade”

Lelouch era um príncipe exilado num pais invadido pelo seu proprio reino. Sim, todos pensavam que o maldito estava morto.

Ele gostava muito de jogar xadrez com alguns membros do alto escalão (xadrez, viu, xadrez!) e todos pensavam que ele era apenas um simples estudante. E não estavam errados nisso!

Pois um dia algo tenso aconteceu e de alguma forma Lelouch entrou numa zona de combate onde residiam a população oprimida da invasão de Britanniana, bem ao estilo Gueto de Varsóvia. E depois de alguns acontecimento cabulosos, o Lelouch acaba se encontrando com uma gatinha de cabelos verdes, que para o azar dele, acaba sendo morta antes dele conseguir dar um pegas nela.

OK.

Só que a mina de cabelos verdes era C.C.

Pausa dramatica.

Vocês sabem que é a C.C?

"C.C vem de Comendo Calabresa"

“C.C vem de Comendo Calabresa”

Porra! Pra mim é a maior gata do mundo dos animes! #hentairzeroscurtiramisso

Pois bem, ao ser “morta” (“morta” porque a gente sabe que ele é imortal, mas vamos fingir que não sabemos de merda nenhuma, tá?), C.C dá a Lelouch um poder FODA, que é “dar ordens supremas” para qualquer pessoa. Ou seja, Lelouch poderia, com o olho especial que obteve, ordenar qualquer pessoa a fazer qualquer coisa.

if_you_know_what_i_mean_mr_bea

Como esse poder, Lelouch então passa de um estudante para revolucionário mestre motherfcuker em qualquer tipo de estrategia cujo único objetivo é: tacar o horror em Britannia e fuder com o seu pai, rei do pedaço.

E assim nasce Zero.

"Cadê o Megaman?"

“Cadê o Megaman?”

Bom, eu não vou explicar o toda a porra de plot da série (fica para um outro post, porque a merda é longa pra caralho), mas depois de tantas reviravoltas, Lelouch mata o pai e a mãe dele (sim!) e depois de assumir o controle de Britannia e atingir os seus objetivos (se tornar um tirano, literalmente), ele acaba sendo morto pelo seu amigo, o miguxo Suzaku, que acaba assumindo a indentidade de Zero. Mas até mesmo a sua morte é planejada por ele mesmo. Pois ele elevaria o status de Zero para bam-bam-bam salvador do mundo ao  “libertar” Britannia dele mesmo. Entendeu a porra toda?

 

O QUE LELOUCH FARIA NO MUNDO DE HOJE

"CAIU A CASA MANOLO"

“CAIU A CASA MANOLO”

Mesmo com a sua habilidade de manipulação, Lelouch é mais metódico, e não sairia tocando o terror de prima. Ele usaria o seu poder e manipularia personalidades da politica e usando a sua identidade de Zero, provocaria uma verdadeira revolta armada contra o sistema, jogando a população contra o sistema e a merda toda.

Lelouch sabe que a primeira mudança tem que vir de baixo, e usara todo esse pretexto para fazer com que a população mude o seu modo de pensar antes de assumir ao poder, o fazendo questionar sobre o porque o porque da nação realmente estar daquele jeito (lembre do que era Britannia e de como Lelouch a deixou no final).

Provavelmente no final ele se tornaria num martire, depois de tantas ações “pecaminosas” cometidas por ele.

 

BIG BOSS (série Metal Gear)

"Big Boss retratado por Da Vinci"

“Big Boss retratado por Da Vinci”

Não é anime, mas é game do Japão e foi criada por Deus, cujo nome aqui na Terra é Hideo Kojima.

“Tio Eden, o que Big Boss fez de tão importante pro mundo?”

Eu respondo, mas antes senta ai no chão e se resuma a sua insignificância perante o REI das rebeliões.

Big Boss é foda. Char e Lelouch teriam que cruzar umas cinco vezes e ter uma dez crias para chegar no nível do velho. Sabem porque? Por que ele é foda. Ponto.

Big Boss, que na decada de 60 atendia pela alcunha de NAKED SNAKE, é um dos personagens mais fudidos que já estiu, e não não to falando em epicidades, e sim no termo em SE FUDER mesmo.

Sério, parando para olhar, você realmente entende porque o heroi dos prequels da série se torna num dos vilões mais amados do mundo dos games. Ele teve que matar a sua tutora, que estava no nivel de MÃE para ele, por causa de seu amado Estados Unidos.

Big Boss então começa a agir contra o sistema e então se une ao recem formados Patriotas.

Pausa dramatica.

Vocês sabem que é os Patriotas?

"Grupinhos ricos alike? BITCH PLEASE. IAs comanda o mundo porra"

“Grupinhos ricos alike? BITCH PLEASE. IAs comanda o mundo porra”

LA-LI-LU-LE-LO MOTHERFUCKERS

Imagine todas esses grupos de conspirações Illuminati alike unidos num só. Isso é os Patriotas, meus caros amigos.

Só Big Boss, como todo bom rebelde, também vai contra as idéias desse grupo e então resolve botar pra fuder geral e cria a OUTER HEAVEN, um lugar onde todos os soldados poderiam lutar as batalhas que quisessem e não seriam mais abusados pelos seus governos.

Sim. Big Boss criou uma NAÇÃO de mercenários. Quer algo mais foda do que isso?!

O QUE BIG BOSS FARIA NO MUNDO ATUAL

"Big Boss e seus clones, digo, filhos"

“Big Boss e seus clones, digo, filhos”

As obras de Kojima geralmente são baseadas em situações atuais, mas mesmo assim já podemos prever o que Big Boss faria no mundo hoje em dia.

Provavelmente ele veria a população cansada e oprimida e então iria levar todos eles pro ACRE (no caso do Brasil) e lá criaria a sua própria OUTER HEAVEN, uma nação independente, com base nos seus ideais. Claro de que alguma forma ele tentaria derrubar o sistema mundial né. Estamos falando do Big Boss, o heroi que virou vilão para…..salvar o mundo!

"Solid Snake, clone de Big Boss, que assim como seu pai, só leva a ré"

“Solid Snake, clone de Big Boss, que assim como seu pai, só leva a ré”

Ah, também criaria um Metal Gear para ser destruído por algum soldado n00b em sua primeira missão importante (Solid Snake cof cof cof).

 

E para terminar, um extrinha.

 

KEFKA PALAZZO (jogo Final Fantasy VI)

" ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ"

” ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ ODEIO VOCÊ”

Nem vou descrever nada sobre ele. Mas sabem o que ele faria no mundo atual?

 

 

 

 

 

 

 

 

"GAME OVER MOTOAFOCA"

“GAME OVER MOTOAFOCA”

3 Comentários

Arquivado em Artigo

Mobile Suit GUNDAM – Kill’em All Tomino iniciando os seus trabalhos

Antes de tudo, deixe essa musica rolando durante a leitura.

Tudo certo? Então vamos lá.

No longínquo ano de 1979 um japonês chamado Yoshiyuki Tomino decidiu contar uma historia de como as pessoas morrem na guerra, mas ele sabia que tinha que fazer algo foda. As pessoas não deviam morrer apenas com tiros, mas deviam ser destroçadas.

Então ele pensou em armas gigantes.

Mas ai surgiu um problema. Muitas pessoas seriam necessárias para carregar uma arma gigante, e provavelmente muitas morreriam esmagadas se algo desce errado. Uma ótima idéia, mas muito a frente de seu tempo. Tomino não queria perder o seu emprego por algo tão arriscado.

Então ele pensou em robôs.

Pô! O Japão era a terra natal dos supers robôs. Então, era mais do que óbvio usar robôs em sua série.

Agora as coisas começavam a fazer um pouco mais de sentido pros executivos da Sunrise. Armas gigantes + super robôs gigantes = EUREKA. E não é o Seven.

Mas havia mais um problema.

Super Robos tendem a vencer tudo e a todos. Logo ia ser uma luta unilateral, e Tomino não gostou disso. Ele queria gente morta. Em ambos os lados.

“E se os robôs fosse quem nem tanques de guerra? Duros para destruir, mas podiam sim sucumbir perante o seu inimigo….deixa eu pensar….já sei! Isso mesmo. Que nem tanques. Com necessidade de manutenção e tudo. Agora gostei. Mas não, pêra. Tá muito comum isso. Tanques são destruídos aos montes em guerras e geralmente quem morre são só quem esta dentro…preciso pensar em algo…AH!…e se…e se…quando os robôs fossem destruídos explodissem?! Boa idéia! Muita gente morre junto…mas pêra! Já sei! Não seria uma explosão normal! SIM JÁ SEI! ELES EXPLODEM EM UMA EXPLOSÃO NUCLEAR. Agora sim. Tá legal. Já sei como vou matar todo mundo. Agora qual vai ser a lista de mortos, quero dizer, de personagens…”

E foi assim que Yoshiyuki KILL’EM ALL Tomino revolucionou o gênero super robots criando o gênero REAL ROBOTS.

Sim, meus senhores, e Mobile Suit Gundam (Kidou Senshi GANDAMU, para os íntimos) nasceu.

 

A HISTORIA

"Sabia que as colonias vistas em Gundam são modelos propostos pela Nasa conhecido como "Island 3"?"

“Sabia que as colonias vistas em Gundam são modelos propostos pela Nasa conhecido como “Island 3″?”

No ano UC 0079 (ou 2124 DC, pros mais céticos), o homem já colonizou o espaço em gigantescas estruturas cilíndricas chamas de SIDES. Onde as pessoas, nascem, trabalham que nem escravo, se casam, tem filhos, se fodem mais um pouco trabalhando, e quando pensam que vão viver uma boa vida de aposentado, MORREM. Ou seja, tudo como é nos dias de hoje. Super normal.

POREM

A treta começa quando um desse SIDES se declara Principado de Zeon e decide tacar o horror na Federação Terrestre, exigindo a independência dos Spacenoids (cidadões do espaço).

Ai meu galo, a porra fica MUITO séria, e começa a maior guerra que a humanidade já viu, com mais de CINCO bilhões de mortos só nos primeiros meses de guerra.

Bom, no meio dessa guerra é introduzido um novo tipo de armamento, que é os Mobile Suit, que são verdadeiros tanques em forma humanóide.

POIS BEM

A Federação tem a brilhante idéia de ir para um desses SIDES neutros e lá trabalhar no seu primeiro modelo de Mobile Suit (vale lembrar que só Zeon usava Mobile Suit, o que deu clara vantagens a eles na guerra), e assim nasceu o GUNDAM.

OK.

O que a Federação não contava era que existia um cara muito foda. Não, super foda. Não. Mega foda. Não, melhor ainda. EPICAMENTE FODA. Chamado Char Aznable, um capitão de Zeon, que desconfiou quando uma discreta nave da Federação (ênfase no discreto), a White Base, chega a colônia.

"Char sendo Char"

“Char sendo Char”

Char pensou: “Essa colônia é neutra e não é permitidos combates e nem ação militar aqui, então porque diabos têm uma nave que parece uma alegoria de carnaval aqui? Ora de tocar o terror nessa colônia.”

Pois bem, Char que é fodão mandou dois Zakus (que é o mobile suit principal de Zeon) investigar a colônia, e claro, que ao invés de investigar, os abobados tacam o terror na colônia, contrariando as ordens do Char.

"Muitos vieram depois, mas ninguem nunca conseguiu imitar-lo"

“Muitos vieram depois, mas ninguém nunca conseguiu imitar-lo”

E como Char escreve certo por linhas tortas, os abobados dos Zakus têm a PÉSSIMA sorte de deixar um dos cidadões entrar no Gundam. E para piorar esse Gundam tinha um manual dentro. Ok, nem todo mundo entende um manual de instruções de primeira. Ainda mais de um veiculo militar. Bom, isso até ia estar certo, se esse cidadão não fosse AMURO RAY.

Pausa dramática.

Vocês sabem quem é Amuro Ray? Hã? Não?

"Amuro em sua foto para a carteira de indentidade"

“Amuro em sua foto para a carteira de indentidade”

Pois bem Amuro Ray é O CARA. Não é tão foda quando o Char, mas é O CARA.

Kira Yamato? Atrhun Zala? Setsuna? Shinn Asuka? Heero Yuy? BITCH PLEASE.

coordinatorscankissmynevm7

“ISSÂE PORRA”

Amuro é um Newtype fodão e de longe o melhor piloto de toda a série (tente usar o Turn A junto com o Amuro no SRW para você ver o que é o Goku dos mechas, hein) que teve bolas suficiente em SEGURAR uma porra de ASTEROIDE com um mobile suit, e mesmo que NU GUNDAM WA DATTE JA NAI teve a coragem e decência de morrer TENTANDO (sim ele morre no Char’s Counterattack, mas o Char também morre, enfim…).

Amuro Ray come todos os outros pilotos com farinha. Menos o Char claro.

Gundam007911

“Acho que você deixou cair algo!”

Recapitulando. Zakus VS Gundam, é claro que o Amuro acaba destruindo os dois Zakus, que graças a magia do Tomino, quando destruídos explodem em uma mini-explosão nuclear.

OK. Todos os civis que sobreviveram ao ataque entram no White Base e fogem para a base mais próxima da federação, e é ai que todo o “around the world” da série começa…

Whit

“White Base voando sobre…não, pera….WHATA…!”

 

PERSONAGENS

Já falei um pouco do Char e do Amuro, e não irei me aprofundar muito neles, por que quero fazer algo especialmente separado para ambos, mas pode ter certeza que existem outros “pica da galaxia” na trama. Vamos a eles.

BRIGHT NOA

"Esse cara. Seje esse cara."

“Esse cara. Seje esse cara.”

Esse cara é foda. Não interessa o que você diga, ele é foda. Todos os seus argumentos são invalidados quando ele começa a falar.

Claro que na primeira série vemos ele como um simples aspirante a capitão que se vê numa enrascada quando o verdadeiro capitão da White Base morre e têm que assumir o comando da nave e das missões.

Aqui ele é jovem, mas já vemos logo no começo que o cara é militar mesmo e tem um brilhante futuro como o capitão motafoca da Londer Bell.

Ah, ele também é o criador do BRIGHT SLAP, que mostrarei mais a frente.

 

RYU JOSE

"Esse cara. Não seje esse cara."

“Esse cara. Não seje esse cara.”

Ele é foda e eu gosto dele. Dá boas lições de moral pro Amuro e mesmo todo ferido, num dos episódios, rouba um Core Fighter para ajudar Amuro, e como Tomino é sacana, mata ele, no primeiro ato Kamikaze da série e a primeira morte significativa pro grupo da White Base, gerando choque e comoção (pena que no restante da saga ninguém lembra mais do coitado).

 

SAYLA MASS

"Vou no banheiro ali e já volto..."

“Vou no banheiro ali e já volto…”

Irmã de Char, logo é fodona. Não, semi-fodona, porque ela faz uma n00bices de vez em quando, mas tem bolas suficiente (ou tetas?) para pilotar o Gundam algumas vezes e aquele avião aloc que é um backpack do Gundam. Gosto dela também porque é o par romântico do Amuro (a Fraw é sux, ficou com o abobado do Hayato =[ ).

 

RAMBA RAL

"Um tio de respeito."

“Um tio de respeito.”

Outro pica das galáxias. Vem pra Terra vingar a morte do Garma Zabi (que não é foda) e também leva a ré, mas ele é foda mesmo assim, por que ele tem um Gouf azul fodão. Não o carro da Volksvagem, mas um Gouf. Foda. E azul.

"Um Gouf azul. E foda. E com uma tesmpestade. Foda."

“Um Gouf azul. E foda. E com uma tempestade. Foda.”

Ele é linha soldado sargento, mas ele é JUSTO, e isso meio que criou uma simpatia entre ele e os fãs da série, até porque ele se torna também um pouco no mentor do Amuro, tanto que quando ele invade a White Base e a porra fica série ele decide se matar de um jeito foda. Pular da ponte de comando e se explodir no meio da queda com uma granada. Amuro tenta salvar ele, mas o pobre coitado acaba explodindo na mão do Gundam. Triste. Mas foda. ALL HAIL RAMBA RAL.

 

SLEEGER LAW

"Para sempre no coração dos fãs mais hardcore."

“Para sempre no coração dos fãs mais hardcore.”

Ninguém lembra dele, mas EU lembro.

O cara entra meio que no final da série e se junta ao crew da White Base. O cara é bom como piloto e como garanhão, pois ele dá uns pega na maezona Mirai. Também morre, mas mesmo assim, eu CONTINUO me lembrando dele.

 

GIHREN ZABI

SIEG ZEON MOTAFOCA

SIEG ZEON MOTAFOCA

Esse é, digamos, o verdadeiro vilão da série. Ele usa a morte do irmão para ascender a chamas da vingança em Zeon e mata o próprio pai para assumiu o controle do governo. O cara é mal. E fudido. Na verdade nem tanto, mas o discurso dele no velório do irmão é épico. E por isso eu gosto dele.

 

LALAH SUNE

"Quase responsável pelo Armagedom uma década depois."

“Quase responsável pelo Armagedom uma década depois.”

Ai que esta, a piriguete que fará com que Char jogue asteroides contra a terra algumas décadas depois.

Bom, ela é uma Newtype que aparentemente tem um caso amoroso com Char e para piorar, também se aproxima do Amuro. Ai tu viu a merda que ira dar né.

E como sabemos, Tomino não gosta de casos amoroso. Ele gosta de morte. E faz com que num combate entre Char e Amuro, a pobre garota morra acidentalmente protegendo Char….por um ataque do próprio Amuro. Triste, muito triste.

 

MOMENTOS MARCANTES

Na primeira metade da série, como falei antes, é o “Around the world” da trama, com o pessoal da White Base tentando chegar a um local seguro onde a Federação é que manda no esquema, já que Zeon invadiu até a Terra. E mesmo com “monster of the week” se pode tirar excelentes arcos e momentos da trama.

 

BRIGHT SLAP

Sim, antes do Amuro ser fodão ele foi um Shinji. E claro que Bright tratou devidamente de corrigi-lo.

 

Cena que entrou pros anais da historia do anime e ficou famoso, sendo referencia para todo anime onde o protagonista é espancado para tomar vergonha na cara.

 

ENCONTRO ENTRE INIMIGOS

Sim. Eles não se conheciam, mas se conheceram assim.

 

Lembre-se: o cara que você ajudar no acostamento um dia, poderá ser seu rival na guerra.

 

LALAH

 

E vocês pagam pau pro George Martin, né seus posers.

 

BATALHA FINAL ENTRE CHAR E AMURO – GUNDAM LAST SHOOTING

 

Cara, toda essa luta é épica, e o ultimo disparo realizado pelo Gundam é tipo uma marca registrada da série. Nada é mais épico que isso.

 

MORTES E OS LADOS DA GUERRA

Pois bem, Gundam revolucionou e criou o gênero Real Robots, transformando os então robôs heróis da criançada em impiedosas armas de guerra.

Mas a série também não trouxe só isso de bom ao mundo dos animes.

Para quem joga Metal Gear, vera muita coisa da trama de Kojima-sama aqui, como governo corrupto e jogos de interesses usando soldados.

Na verdade, se você parar para pensar, em certas ocasiões, a Federação é mais hostil e maléfica do que Zeon, como o fato de dar duas escolha para os civis que se salvaram na White Base: se tornarem soldados ou irem para a corte marcial e enfrentar uma possível pena de morte. Motivo: porque eles são filhos da puta mesmo.

Claro que o anime puxa mais pro lado da Terra, mas mesmo assim, é obvio que foi criado um meio termo nisso tudo.

O problema de tudo mesmo é a família Zabi, que tomou conta de Zeon e que escolheu o caminho mais fudido de se conseguir independência, já que o fundador mesmo, Deikun Zeon (pai de Char e Sayla), seguia mais para o lado filosofo e pacifico (mas mesmo assim, ele não era tão santo).

"Não é por 20 centavos. É por toda a grana que tem em minérios na Terra!"

“Não é por 20 centavos. É por toda a grana que tem em minérios na Terra!”

Outra coisa que a série nos mostra é o famosos “Qualquer um pode morrer”. Temos uma lista grande nessa série de pessoas que virão presunto, e não porque o Tomino é carniceiro, mas sim porque a morte deles é totalmente algo normal e previsível numa guerra.

Matilda e Mahiru, primeiro interesses amorosos de Amuro e Kai, respectivamente, morrem de um jeito totalmente “realístico”. Uma esmagado por um golpe de Mobile Suit enquanto tentava fugir e a outra ao cair de um avião, que estava a algumas centenas de metros do oceano.

Vale lembrar que a morte de Mahiru é quase anônima. Na tela a gente a vê caindo por causa da ativação de uns foguetes, mas os personagens (principalmente o Kai), só dão falta dela depois que tudo acaba. Uma morte solitária.

"Owned"

“Owned”

 

NEWTYPES. NEWTYPES EVERYWHERE

"Quando a porra fica séria."

“Quando a porra fica séria.”

Porra, isso é um Anime né. E claro que tinha que ter alguma forma dos personagens terem poderes sobre-humanos, e isso aqui se chama Newtype.

Os Newtypes são pessoas que tem as suas percepções aumentadas, graças à falta de gravidade, e se tornam quase Jedis, podendo sentir e até prever os movimentos de outras pessoas. Outra coisa dos Newtypes é que eles podem compreender um ao outro, onde é quase normal eles se apaixonarem a primeira vista (caso de Amuro e Lalah).

Mas como todo humano gosta tirar vantagem de algo grandioso, os Newtypes logos são visto como excelentes armas de combate, fazendo o mito de todo “Ás” deve ser Newtype nascer na série.

Isso mais pra frente gera muita treta (principalmente entre Char e Amuro), e os abusos contra Newtypes começam a ficar mais explícitos a partir de Zeta Gundam.

 

SOBRE A SÉRIE

Pois bem, meus senhores. Como posso dizer, acho que vou me resumir a isso.

Mobile Suit Gundam é um marco para os animes, mas que infelizmente não teve o mesmo prestigio durante a sua exibição original, tendo sido alavancado mesmo com os seus filmes de resumo que foram lançados alguns anos mais tarde.

Mas mesmo assim, o estouro Gundam foi tão grande na década de 80 que ainda podemos escutar os seus ecos.

Gundam transformou o Japão e se tornou num dos maiores ícones pop da cultura nipônica, e meus queridos, não se deixem levar aos gráficos e traços datados. Essa série é um MUST SEE e deve ser visto por todos fãs de animes, onde ali, encontraram as bases de todos animes atuais e veram que realmente, as coisas originais das décadas passadas ainda superam as atuais.

Afinal isso é ser “clássico”. NUNCA envelhecer e SEMPRE ser atual.

"RX78-2 para sempre em nossos corações."

“RX78-2 para sempre em nossos corações.”

TOBE, GANDAMU!

4 Comentários

Arquivado em Review