Arquivo do mês: julho 2013

Attack on Titan vendendo que nem ar no Japão?

Mas pera ai porra, se vende ar no Japão?

"Sera que teremos Coca-Cola versão respirável algum dia? Cocaína não conta"

“Sera que teremos Coca-Cola versão respirável algum dia? Cocaína não conta”

Bom, no Japão não, mas na China….

Mas enfim.

Venho aqui noticiar a noticia (?) que deixou os órfãos de Sword Art Online muito animados.

O volume 11 do manga “Attack on Titan” (ou Shingeki no Kyojin, para os mais xiitas) teve 1.850 milhões de unidades impressas em seu primeiro lote.

"Clash of Titans....não, pera..."

“Clash of Titans….não, pera…”

Não sei se isso é bom ou ruim, mas como tá todo mundo alardeando isso, acho que essa porra de numero (que é grande pra caralho) é significativo. Ou não. Mas foda-se.

O resumo da opera é que isso vendera em questão de dias lá.

Alias, esse volume 11 terá duas edições. A normal e uma empirigueteada com cartões 3D dos personagens e umas frescuras para colorir o manga com a mesmas cores do anime.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Noticias

Gargantia está voltando….

……em um super e foderoso OVA filler em seu primeiro volume do Blu-Ray.

"All hail God of FAP!"

“All hail God of FAP!”

Ok.

É, eu sei. Eu não estou nada nada empolgado com isso, mas com certeza tem muitos puxas bolas do Urobuchi dando pulos de alegria.

 

A historia do OVA é total filler, como já dei a ideia anteriormente.

Gargantia está cruzando os mares como sempre faz em seus belos dias de sol, mas algo suspeito acontece quando eles se deparam com uma outra frota no caminho. Só que não há ninguém a bordo dos navios, fazendo Ledo e a sua turminha da pesada (incluindo o Sakata Gintoki de ferro) darem umas bandas na frota fantasma para ver que diabos está acontecendo.

Bom, pelo menos teremos dois novos personagens no OVA.

O Blu-Ray de Gargantia sai dia 28 de Agosto, lááááá no Japão.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Noticias

Gintama – Porque samurais devem ler a sessão de empregos nos classificados

Eu tenho um bruxo. O tio Regis.

Ultimamente ele abandonou a vida de otaku comprador de manga em eventos para dedicar a vida ao estudo (e creio que ao ensino) dos tipos de moscas que teimam em rodear as panelas quando estamos cozinhando algo (quem tem uma cozinha com uma janela ao LADO do fogão deve saber o que estou dizendo).

Sim, ele virou biólogo.

Mas antes de tomar esse destino trágico (trágico porque ele não é mais otaku e não porque é biólogo, ok?), ele semeou uma semente nesse mundo, que foi a de me apresentar um anime de comédia.

Não um simples anime de comédia.

Mas o REI dos animes de comédia.

"Um samurai, um par de óculos, uma garota descontrolada e um cão gigante....WTF"

“Um samurai, um par de óculos, uma garota descontrolada e um cão gigante….WTF”

 

O melhor serviço que existe: Fazer de tudo um pouco

Bom, para muitos que não assistem Gintama e que conhecem rasamente o anime por causa das cenas cômicas que lotam o Youtube, a serie SIM tem uma trama. As vezes bobas, mas outras vezes dramáticas.

No fim do Japão Feudal, uma raça alienígena fudida, os Amanto, acabam invadindo a terra do sol nascente, forçando a então nação dos samurais a tomar outros rumos devido ao impacto cultural, e claro, do poderio tecnológico dos invasores. Ou seja, os Amantos tacam o horror no Nihon.

Anos se passam, e depois de diversas revoltas, os samurais são praticamente erradicados do Japão, tornando o restante criminosos por possuírem espadas. O que fez algum dos seguidores do bushido tomarem novos rumos em suas vidas (não, não é o que vocês estão pensando).

E um deles é Sakata Gintoki. Um samurai de cabelos ondulados prateadas. Preguiçoso, viciado em doces, caloteiro, viciado na Jump e nada confiável no ponto de vista social (também não é nada do que você pensou). Ou seja, o vagabundo perfeito para o serviço de “fazer qualquer porra que der dinheiro”. E é nisso que a série Gintama se foca. As aventuras de Gintoki, Shinpachi e Kagura, como integrantes do Yorozuya, ou literalmente “Faz tudo”. Desde salvar um gatinho indefeso que se perdeu até salvar o mundo da desgraça iminente.

"Um cliente?!"

“Um cliente?!”

 

Os Personagens

 

Sakata Gintoki

"E a porra do alugel?!"

“E a porra do alugel?!”

Gin-san. Esse cara é foda. Muito foda. E mesmo que as vezes ele não pareça nada confiável (algo tipo 99% do tempo), mesmo que ele tenha olhos de peixe morto e mesmo que as vezes parece que anda e caga pro mundo, ele é um cara que se preocupa demais com as suas amizades, a ponto de se fuder literalmente em alguns arcos para salvar a vida do Shin-chan e da Kagura.

Ele usa uma espada de pau (ui!), mas que paradoxalmente é mais resistente que uma porra de adamantium. Esse cara é foda, e suas atitudes também.

 

Kagura

"A garota Sayajin"

“A garota Sayajin”

A mulher do trio, não tão mulher assim.

Ela é membro do clã Yato, a raça mais poderosa do Universos, tipo um Sayajins alike, com uma força fudida e um apetite mais grotesco ainda. Ela as vezes é a responsável pelo saldo negativo da conta do Gin e o Shinpachi.

Apesar de meiga as vezes e outras vezes completamente infantil (afinal, ela ainda é uma criança), é melhor não se meter muito com ela, afinal ela é dublada pela rainha das tsunderes e a porra fica séria quando a merda começa a pegar.

 

Shinpachi

"As vezes ele veste uma pessoa"

“As vezes ele veste uma pessoa”

Eis o personagens que é uma sátira ao bom japonês conservador. Ele é o mais centrado de todos os três, mas acredite, isso as vezes não significa porra nenhuma.

Ao lado de sua irmã, ele é o ultimo membro de um dojo que pertenceu ao seu pai, e graças a desgraça que os samurais caíram, seu maior sonho é restabelecer a gloria do local.

Ele gosta de gritar, porque pelo visto, é isso que japoneses centrados gostam de fazer.

 

Parodias, Piadas e Dramas

"A turma do Ginpachi-sensei"

“A turma do Ginpachi-sensei”

Gintama, além de sua comédia ácida e sem comprometimento com a censura, também é muito conhecido por suas parodias.

Existe até uma tese sobre isso.

Se tal série é parodiada pelo anime, é porque ela realmente faz sucesso ou é boa. Ou seja, foda-se se as parodias pegam os pontos negativos da série, o importante é passar em Gintama.

"lol"

“lol”

Mas Gintama não vive aos embalo de piadas non-sense e de parodias. Existe sim trama nesse troço, e acredite, é épico.

As serie é constituída em 80% por episódios avulsos, tipo, sem continuidade, mas que sempre influenciam na cronologia, e claro, que temos sim arcos. Não tão longos como vemos nos shounes comuns, mas em Gintama temos arcos de em média 5 capítulos, que sempre geram grande impacto na timeline, alem de possuírem grande conteúdo dramático.

Isso mesmo. Gintama consegue sim emocionar quem assiste.

"Porrada gratuita. Gintama também é shounen pros desavisados"

“Porrada gratuita. Gintama também é shounen pros desavisados”

Eu particularmente gosto muito do arco “Yoshiwara em Chamas” e “Kabucicho”, que são para mim os melhores exemplos de dramaticidades entre diversos arcos da série, e também porque adicionam muito ao plot “obscuro” que existe aparentemente na série, onde envolvem conspirações alienígenas tensas.

"Yoshiwara em Chamas, meu arco favorito de Gintama"

“Yoshiwara em Chamas, meu arco favorito de Gintama”

 

Personagens não-randoms

Claro, que Gintama possui MUITOS personagens fodas e que as vezes geram mais simpatia do que o trio principal, porque onde mais teriamos:

"Hijikata, para quem não reconheceu"

“Hijikata, para quem não reconheceu”

Um cara foda que é viciado em maionese.

 

"Okita"

“Okita”

Um sadista que sempre tenta matar o seu colgea. Hijiktata em questão.

 

"Um gorila! Digo, Kondo!"

“Um gorila! Digo, Kondo!”

Um comandante com atitudes muito…estranhas.

 

"Zura ja nai, Katsura da!"

“Zura ja nai, Katsura da!”

E um revolucionário mais burro que uma porta.

 

Concluindo

"THIS IS GINTAMA"

“THIS IS GINTAMA”

Bom, como viram eu não fiz um post muito longo, porque apesar de eu ser preguiçoso pra porra, a intenção era mais mostrar algumas coisas do anime para aqueles que querem conhecer um anime de comédia épico/foda, recheado de ação, emoção e muita coisa fora da casinha.

Vejam Gintama. Simplesmente isso e foda-se.

Vejam que existe sim vida além dessas coisas como Shingeki no Kyojin, jovens padawans.

Deixe um comentário

Arquivado em Conhecendo

Kill’em All Tomino voltando as atividades com “G’s Reconquista”

"Mestre"

“Mestre”

Well.

Quem me acompanha sabe que sou fã pirado de Gundam. Totalmente neurótico e viciado nessa merda o suficiente para escrever uma fanfic.

Ok.

E quem chega a me acompanhar pelo Twitter (o que acho difícil, mas foda-se), sabe que vira e mexe eu solto um “G-REKO IS COMMING MOTAFOCARS”.

Pois bem, para quem desconhece, G-Reko ERA o titulo provisório do novo anime do tio Yoshiyuki Kill’em All Tomino, por que agora o titulo oficial é “G’s Reconquista“.

E mesmo que alguns “entendidos” do meio digam que esse anime não é sobre Gundam (pff), a Sunrise esfregou na cara de todos com todas as letras existentes que G’s Reconquista é um dos animes de comemoração dos 35 anos da franquia  (junto com o final do Gundam Unicorn e o Gundam Origins).

Segundo o próprio Kill’em All Tomino, esse novo Gundam sera um “Gundam para negar Gundam”, semelhante ao trabalho que ele mesmo fez com Turn A Gundam, e cuja historia se passara mil anos a frente do Universal Century, a principal timeline da franquia. O foco da trama ainda não foi revelado, mas provavelmente se focara em “elevadores orbitais”.

Alias, até o momentos não foi dito se realmente haverá um “Gundam” na produção, apenas que a historia se passara no universo da franquia.

O novo anime sera exibido na Primavera de 2014 lá no japão, ou seja, veremos em Março a nova obra do mestre do Real Robots.

Foda-se todos os animes já anunciados.

"Novo Gundam?"

“Novo Gundam?”

G’S RECONQUISTA IS COMING MOTAFOCARS

Deixe um comentário

Arquivado em Noticias

Crtl + Alt + Del = Uma surpresa, um pseudo clichê e um clichê que não deveria ser clichê, pelo bem da familia

Alovose, de toda a net.

Fiquei alguns dias sem postar nada devido a um fenômeno da sociedade conhecida como VOLTA DAS FÉRIAS, e como todo bom trabalhador do setor escravista, digo, comerciário, esta semana foi algo totalmente surreal para mim.

Mas enfim, deixando a choradeira de lado, vou fazer um pequeno artigo rush de três séries que acompanhei da temporada passada e que fielmente assisti até o ultimo episodio.

E eis as minhas humildes e absolutas opiniões sobre eles.

 

SUISEI NO GARGANTIA – NADOU NADOU E MORREU

"Ninguem perde a cabeça aqui, pelo menos"

“Ninguem perde a cabeça aqui, pelo menos”

Quando falaram que Urobuchi iria trabalhar num gênero de mecha eu fiquei interessado em saber como seria.

E quando falaram que Urobuchi iria DESCONSTRUIR o gênero mecha eu realmente já soube o final de toda a historia.

E não foi diferente.

Gargantia começou muito bem, como uma batalha tensa em algum ponto “na puta que pariu” da galaxia entre humanos e seres conhecidos como Hideous. Depois o nosso protagonista de alguma forma quase “IMPROVISA AI PORRA” acaba caindo num planeta desconhecido coberto de agua. Ok.

Só que esse planeta é nada mais e nada menos que a antiga Terra. O local de nascimento da raça humana, considerado até então hipotética.

Well, o protagonista de alguma forma acaba sendo “resgatado” por uma enorme frota marítima conhecido como Gargantia. Uma verdadeira cidade-navio.

E ai que a historia começa.

"Sakata Gintoki?!"

“Sakata Gintoki?!”

Mas porem todavia entretanto, Gargantia se mostrou de alguma forma para mim nada empolgante. Uma boa historia, mas somente isso.

Sabe aquela sensação de que “AGORA VAI”? É. Isso mesmo.

Claro, não estou reclamando da falta de ação, pois esse é o proposito da série, ser um slice of life pós apocalypse. Mas o foda é ver gente louvando a série por ser INOVADORA nesse sentido.

Gente, o genero Real Robot já é desconstruído por natureza. Alias…

Mundo pós apocalipse? Humanidade se esqueceu da civilização anterior? Mecha com poderes descomunais? Slice of life em um real robot? Onde eu vi isso mesmo?

Ah.

"TURN A TURN, TURN A TURN, TURN AAAAAAA"

“TURN A TURN, TURN A TURN, TURN AAAAAAA”

Excelente animação. Alguns detalhes de sequencia nunca usado em um anime antes (pelo menos que eu me lembre) e uma boa trilha sonora (boa).

Ou seja. Um bom anime, mas com um planejamento para ser apenas bom. E não inovador, como muitos “entendedores” estão falando por ai. Mas foda-se. Essa é a minha humilde e absoluta e opinião.

 

ORE IMOUTO NÃO SEI O PORQUE DESSA PORRA DE TITULO SER GRANDE DEMAIS! NII – Um anime onde você NUNCA deve indicar para a sua irmã ou irmão

"Não tem como essa série terminar mais polêmica!"

“Não tem como essa série terminar mais polêmica!”

Ok.

A primeira temporada eu mal sabia que essa porra vinha de uma light novel, e eu e um bruxo meu assistíamos quase que simultaneamente ele.

Porra, a primeira temporada era uma boa serie sobre irmãos. Brigas, disputas, desentendimentos e no final, o bom e velho amor entre irmãos prevalecia.

Agora me digam.

Onde nós erramos? ONDE ERRARAM NESSA PORRA?

Ai me lembrei de uma coisa.

asians

 

Ok, calma. Respira fundo. Ok.

Então, a série no começo começou como uma forma de mostrar os conflitos e diferenças entre irmãos. Muito bom e até onde eu me lembre, nunca vi um anime com suposto tema (indiquem um ai se souberem), ai depois virou um protótipo de harém. Ok, faz parte, Jogada comercial e afins. AGORA………………………………………QUE FINAL DO CAPETA FOI AQUELE DO LIGHT NOVEL?!

Ok. Calma, respira fundo. Ok…O CARALHO.

"O casal vencedor deveria ser esse T_T"

“O casal vencedor deveria ser esse T_T”

Eu sei que ainda resta mais três OVAs para serem lançados, mas ao que tudo indica sera o mesmo o final da light novel e não um final alternativo, mas porra, mil vezes porra, eu não aceito isso.

Nada contra, eu vi Yosuga no Sora e não tive nada contra (até porque não fui pego de surpresa, já sabia do que veria pela frente), mas o que mais me traumatiza é que quem começou a ver nunca pensou que o final fosse supostamente aquele.

Um final troll.

Resumindo. Bom anime, com boas sacadas. Ainda não acabou, mas desejaríamos ver uma heroína (não odiada por metade do fandom) ser a “vencedora” no verdadeiro final (da light novel, e supostamente nos OVAs que virão).

 

HATARAKU MAOU-SAMA! – Ou como eu gosto de dizer, “O GERENTE É O REI DEMÔNIO” hohohoho

"SURPRISE, MOTAFOCA"

“SURPRISE, MOTAFOCA”

Existe séries que a gente meio que prediz que sera acima das expectativas. Mas quando essas série em questão vem do “querendo ser clichê” gênero Maou/Yushaa as coisas são um pouco mais….épicas.

Antes ficam com a melhor opening da temporada.

Ok.

O primeiro capitulo quis ser meio capenga, alias, somente eu achei a arte e animação PORCA nos primeiros capítulos, além da abertura IMPROVISADA? Enfim, a historia foi meio que me prendendo nos primeiros quatro episódios.

Num mundo alternativo, havia um Rei Demônio (Maou) que tacava o terror no mundo e a Heroina (Yushaa) que lutava contra o capiroto.

Pois bem. Ai numa dessas tretas, ambos acabam caindo através de uma fenda no espaço-tempo-campo AT e acabam parando no NOSSO mundo.

WOW. Meio clichê, non?

Mas a questão é que o Maou decide VIVER nesse (nosso) mundo e conquistar ele a base de seu……emprego de meio turno numa lanchonete. E ai começa toda a encrenca slice of life/comédia/ação/fantasia.

Baseado numa light novel, eu achei a historia bem dinâmica e totalmente atrativa. Geralmente adaptações desse nicho acabam sendo meio arrastadas (Index cof cof cof), mas isso não acontece (parcialmente aqui). Apesar de ter uns fillerzinhos ou outros (mas que estão na novel).

Devo dizer que foi de fato a melhor surpresa da temporada e de longe, o meu anime favorito da mesma. É amigos, por essa eu não esperava.

Vale ressaltar as poucas, mas destruidoras batalhas, como as vistas em Munto.

Muito “dragon ball” a porra.

Alias, o final “filler” na verdade é o final do volume adaptado da light novel. Logo, seus argumentos são totalmente inválido.

 

TERMINANDO

Espero da próxima vez não fazer uma impressão final tardia, mas foda-se, eu trabalho, ok? Agora, bora começar as novas series (já comecei algumas), mas já adianto que essa temporada esta uma PORRA DE TÉDIO. Prevejo drops em massa.

A ultima foi bem melhor =[

Deixe um comentário

Arquivado em Finalizando

BEHOLD, Knights of Sidonia vêm ai!

"Épico"

“Épico”

Parem as maquinas. Parem o mundo. Parem a galaxia, universo, dimensões e a maquina de lavar louça (que faz um barulho infernal), porque a série mais FUDIDA dos últimos anos ira ganhar a sua adaptação para anime.

O FUDIDISSIMO Knights of Sidonia. Sim, o manga mais FUDIDÉRRIMO que eu já li nos últimos anos (e provavelmente você).

Para quem não conhece a historia (o que eu acho dificil, por que todos aqui somos fodas e sabemos das coisas épicas, não?),  Knights of Sidonia se passa seculos a frente, quando a raça humana foi (quase) DESTRUIDA e o planeta Terra dividido ao meio LITERALMENTE por uma raça alienígenas conhecida como Gaunas.

Agora, uma solitária colonia chamada Sidonia navega pela galaxia em busca de um novo lar, longe dos filhos da puta dos Gaunas (que são épicos, fodas e muito, muito nojentos).

O manga (e o futuro anime) leva o gênero real robot de novo (para quem viu animes Argento Soma alike) ao confronto contra gigantescos alienígenas quase onipotentes. É quase um Evangelion no espaço sideral, com o fato de Sidonia ter uma trama mais sombria e intricada (haters gonna hate).

É amigo. Poderemos finalmente saber se Shinatose tem voz masculina ou feminina (bons leitores entenderam o que quero dizer).

E seguindo a minha tese, Knights of Sidonia sera a nova febre do mundo otaku, com uma diferença dos seus antecessores.

Esse realmente tem qualidade.

2 Comentários

Arquivado em Noticias